PROCURA POR AULAS DE DEFESA PESSOAL PARA MULHERES AUMENTAM DURANTE A QUARENTENA

O aumento alarmante das estatísticas de assédio e violência doméstica contra as mulheres, tem contribuído para o crescimento do público feminino em aulas de autodefesa

Com o aumento do número de casos de violência doméstica durante o isolamento social, as mulheres têm encontrado nas aulas de defesa pessoal uma alternativa para se protegerem nesse período. Segundo dados da Federação Internacional de Krav Magá, desde o início da quarentena, houve um crescimento de 30% no número de mulheres inscritas em seu canal do YouTube, que conta com aulas gratuitas.

Desde o primeiro vídeo compartilhado no dia 18 de março, mais de 3,5 mil pessoas já fizeram inscrição no canal da Federação que hoje conta com mais de 35 mil visualizações em suas aulas que ensinam desde exercícios para uma melhora no condicionamento físico até os golpes mais avançados da técnica israelense de defesa pessoal.

“Houve um aumento mundial nos índices de violência doméstica contra mulheres e meninas no período de confinamento. Por isso queremos ensinar como elas podem se defender de forma adequada, oferecendo capacitação técnica e conscientização sem colocar a vida em risco. A proposta é a de usar o Krav Magá apenas como último recurso”, afirma Avigdor Zalmon, presidente da Federação Internacional de Krav Magá e responsável pelo ensino da arte no Estado de São Paulo.

Para mais informações, acesse:  kravmaga.org.br 
YouTube: Federação Internacional de Krav Magá

Deixe sua resposta aqui