‘OS 10 DISCOS MAIS RELEVANTES DO RAP NACIONAL DE TODOS OS TEMPOS’

Como diz Lawrence Krishna Parker, 54, Estados Unidos, mais conhecido como KRS-One (MC e Produtor): “Rap é algo que se faz, Hip Hop é algo que se vive”.

E nós do Sala Secreta vivemos a cultura Hip Hop em sua essência, desde meados dos anos 90 iniciamos nossa jornada imersos nessa fantástica cultura de rua que nos proporcionou grandes momentos e vivências únicas. E por esse motivo trabalhamos em prol da cultura para que de uma forma consistente contribuamos com a história de uma forma positiva e linear.

Depois de nos divertirmos muito elencando os 10 álbuns mais influentes da gringa, estamos aqui para divulgar a nosso Top 10 dos álbuns nacionais que para nós foram importantes e relevantes conforme nossa visão.

Espero que gostem e também participem dando sua opinião, também nesse processo foram mais de 300 álbuns ouvidos e discutidos com carinho para podermos chegar nesse número final, logicamente que têm várias obras que ficamos tristes de não ter entrado no TOP 10 Nacional do Sala, mas são tão importantes quanto esses que escolhemos para mostrar a vocês.

A juventude talvez não conheça a importância desses álbuns para a história do Hip Hop mas se puderem pesquisar e ouvi-los tenho certeza que vai agregar muito em sua formação musical e conhecimento da história geral do Rap Brasileiro.

[TOP 10 DISCOS NACIONAIS DE RAP]

01. RACIONAIS MCS – NADA COMO UM DIA APÓS O OUTRO DIA (2002) COSA NOSTRA

Álbum duplo destaque para as faixas: “Vida Loka Parte 1”, “Vida Loka Parte 2”, “Negro Drama”, “A vida é desafio” e “Jesus Chorou”.

02. FACÇÃO CENTRAL – VERSOS SANGRENTOS (1999) FIVE SPECIAL

Álbum com 12 faixas produzidos por Fábio Macari e Erick 12. Destaques para as faixas: “Assalto a banco”, “A minha voz está no ar”, “Isso aqui é uma guerra” e “Enterro de um santo”.

03. XIS – SEJA COMO FOR (1999) – 4P DISCOS

Produzido por KL Jay (4P Discos). Destaques para as faixas: “Us mano e as mina”, “Só por você” e “De Esquina”.

04. EMICIDA – PRA QUEM MORDEU UM CACHORRO POR COMIDA ATÉ QUE EU CHEGUEI LONGE (2009) LABORATÓRIO FANTASMA

Destaques para as faixas: “A cada vento”, “E.M.I.C.I.D.A.”, “Fica mais um pouco amor” e “Triunfo”.

05. SABOTAGE – RAP É COMPROMISSO (2000) – COSA NOSTRA

Destaques para as faixas: “Rap é Compromisso”, “Um bom lugar” e “Respeito é pra quem tem”.

06. GABRIEL “O PENSADOR” (1993) SONY MUSIC

Destaques para as faixas: “Tô Feliz (Matei o Presidente)”, “Lavagem Cerebral”, “Loraburra”, “Retrato de um playboy (Juventude Perdida)” e “175 Nada Especial”.

07. THAIDE & DJ HUM – HUMILDADE E CORAGEM SÃO NOSSAS ARMAS PRA LUTAR (1992) TNT RECORDS

Destaques para as faixas: “Noite”, “Nada pode me parar”, “Algo vai mudar” e “Corpo Fechado (Remix)”.

08. CONSCIÊNCIA HUMANA – ENTRE A ADOLESCÊNCIA E O CRIME (1998) SÓ MONSTRO

Destaques para as faixas: “Geral”, “Lembranças” e “Lei da Periferia”,

09. SISTEMA NEGRO – BEM VINDOS AO INFERNO (1994) ZIMBABWE

Destaques para as faixas: “Bem vindos ao inferno”, “O Poder da Rima” e “Cada um por si”.

10. MARCELO D2 – EU TIRO É ONDA (1998) CHAOS

Destaques para as faixas: “1967”, “Eu tive um sonho”, “Eu tiro é onda” e “Baseados em fatos reais”.

por E. Santos (Sala Secreta)

Nota: Os discos foram votados conforme avaliação de nossa redação e nossos colaboradores, nosso intuito é propagar a cultura Hip Hop e registrar nossa visão do que conhecemos do Rap, nossa opinião não é uma verdade absoluta e sim nosso ponto de vista da cena musical.

Deixe sua resposta aqui