MOSTRA ONLINE DE AUDIOVISUAL NEGRO

Gratuita, Mostra reúne
curtas-metragens produzidos por profissionais negros e negras de todo o Brasil

Este é o último mês, para assistir  os  títulos que compõem a  Mostra Online de  Audiovisual Negro, realizada pela Associação dos Profissionais do Audiovisual Negro (APAN), em parceria com a Spcine Play.

Na Mostra, 15 curtas-metragens nos conduz por histórias, sob a perspectiva  de profissionais negros e negras do audiovisual de todo o Brasil, que  podem ser assistidas gratuitamente na plataforma pública de streaming, clique aqui para assistir.

Entre os destaques da Mostra Online de Audiovisual Negro,  estão os curtas-metragens, na categoria documentário, “Mulheres Negras: Projetos de Mundo”, dirigido por Day Rodrigues e Lucas Ogasawara,
traz questões e instiga em poéticas as minúcias do que é ser mulher negra no Brasil. Pela voz de nove mulheres, dentre elas Preta Rara, Djamila Ribeiro e Luana Hansem, somos conduzidos por vivências e reflexões.  

Dirigido pela pernambucana Anna Andrade, “Entremares” nos revela mulheres que compartilham os seus vínculos  com a maré, a pesca, e a Ilha de Deus,  em Recife (PE).

Já em Fábula da Vó Ita, das diretoras Joyce Prado e Thalita Oshiro, adentramos no
conto de fadas que Dona Ita conta para sua neta, Gisele.
Dona de um  cabelo diferente, cheio de vida e personalidade, a menina é motivo de deboche pelos colegas da escola.


Triste e sem estima ela irá buscar a ajuda da Bruxa Leleira, mas fugindo da sua identidade a menina pode perder a chance de ser feliz.


Esse é o universo mágico criado por  Dona Ita especialmente para sua neta, através das pinturas que faz enquanto narra a história. Mergulhando na fantasia a menina irá compreender a beleza das diferenças e começar a construir a sua personalidade.

Para assistir a Mostra de Audiovisual Negro, acesse o Spcine Play:

https://www.looke.com.br/movies/dist/spcine/spcine-apan

Sobre a APAN

Criada em 2016, a APAN é uma instituição de fomento, valorização e divulgação de realizações audiovisuais protagonizadas por negras e negros, de todas as regiões do Brasil, e dedica-se ao fortalecimento da relação entre profissionais negros e o mercado audiovisual.  

Trazendo como pilares estruturantes de sua formação, constituição e política a defesa de uma perspectiva inclusiva, com atenção ao recorte racial,  em relação a todos os elos da cadeia produtiva audiovisual, sendo eles a concepção, produção, distribuição e exibição. Neste sentido, a APAN representa estes interesses perante órgãos públicos, fundações, instituições, ONGs e iniciativas privadas no Brasil e no Mundo.

Sobre a Spcine

A Spcine é a empresa de cinema e audiovisual de São Paulo. Atua como um escritório de desenvolvimento, financiamento e implementação de programas e políticas para os setores de cinema, TV, games e novas mídias. O objetivo é reconhecer e estimular o potencial econômico e criativo do audiovisual paulista e seu impacto em âmbito cultural e social. A empresa é uma iniciativa da Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Cultura.

Fonte: divulgação APAN

Foto: divulgação

1 resposta

Deixe sua resposta aqui