MIX PLAY BRASIL: PLATAFORMA DE STREAMING GRATUITA DE FILMES LGBTQIA+

Lançada pelo Festival Mix Brasil, plataforma reúne mais de 60 títulos entre produções audiovisuais, programas temáticos e peças de teatro

Considerado o maior evento cultural da América Latina com foco em filmes LGBTQIA+, o Festival Mix Brasil de Cultura da Diversidade  lançou recentemente sua plataforma de streaming Mix Play Brasil.

Mix Play Brasil, plataforma gratuita de streaming LGBTQIA+ | Crédito: Reprodução


Na plataforma, com acesso totalmente gratuito, o público tem acesso a um acervo com mais de 60 títulos que vão deste curta e longa-metragens, passando por programas temáticos, peças de teatro e música que já passaram pelo Festival.

Criado em 1993, o Festival Mix Brasil de Cultura da Diversidade tornou-se referência política e cultural nacionalmente e internacionalmente de questões relacionadas à cultura LGBTQ+ e de minorias, em decorrência de sua programação inovadora e das atividades sociais que permitem a interação entre as mais diversas comunidades.

Além disso, Mix Play Brasil também irá reunir os filmes do 28ª Festival Mix Brasil de Cultura da Diversidade que será realizado entre os dias 11 e 22 de novembro de 2020, em São Paulo. As inscrições para curtas e longas-metragens, já estão abertas. Clique aqui para acessar o formulário de inscrição.

Dentre os destaques da plataforma, apresentados nas edições anteriores do Festival, estão produções que incluem o documentário Preciso Dizer Que Te Amo (2017) de Ariel Nobre que retrata a relação de jovens trans com o corpo, com a vida e com o sagrado, abordando a resiliência e a luta contra o suicídio entre as pessoas Trans.

Documentário “Preciso Dizer que Te Amo (2019)| Crédito: Reprodução


Que os olhos ruins não te enxerguem (2019)

Presente no Festival Mix Brasil de 2019, o longa-metragem  “Que os Olhos Ruins Não te Enxerguem” (2019) de Roberto Maty e Thabata Vecchio propõe discutir a diversidade de gênero, classe e raça dentro da comunidade LGBTQIA+ através de personagens da periferia de São Paulo. Ao mesmo tempo que narram suas vidas, seus sonhos e afetos, propõem consistente reflexão sobre as responsabilidades na construção da sociedade.

Longa-metragem Que os Olhos Ruins Não te Enxerguem” (2019)  | Crédito: Reprodução


“Oração” – Linn da Quebrada (2019)

Dirigido por Sabrina Duarte e com a participação de Linn da Quebrada  também no roteiro, o single-clipe “Estamos vivas” explica a inspiração motriz de “Oração”, da cantora Linn da Quebrada . Com diversas participações especiais, ou melhor, essenciais, o vídeo é, nas palavras de Linn, “um ritual de preservação e celebração de nossas vidas, de cuidado e proteção.

Single-clipe “Oração” – Linn da Quebrada | Crédito: Reprodução

Fonte e Imagens: Divulgação

Deixe sua resposta aqui