MANO COBRA VOLTA À CENA COM SINGLE, “INIMIGO INVISÍVEL”

Acompanhada de um videoclipe, música conscientiza jovens das comunidades periféricas sobre o coronavírus

“O Estado não quer saber, é só interesse próprio e briga de poder,  se você morrer,  vai apodrecer e eles vão dizer, eles vão dizer, e daí pra vc”. O verso de “Inimigo Invisível”, novo single do rapper Mano Cobra, dá o papo reto para as comunidades periféricas e das favelas sobre o descaso político dos efeitos da pandemia do Covid-19 na vida dos mais pobres.

Disponível nas principais plataformas digitais, a música chega acompanhada de um videoclipe assinado pelos diretores Georgia Guerra-Peixe e João Wainer. O projeto foi idealizado por Guerra-Peixe e pelo jornalista Fernando Costa Netto. A parceria com o rapper é um grito para conscientizar os jovens das comunidades periféricas de SP e do Brasil. “O discurso esquizofrênico do presidente confunde a população que não sabe em que acreditar. A ficha não cai na favela”, diz Costa Netto. O vírus covid19 é letal e mantendo a curva atual, a previsão é de 50 mil óbitos no Brasil, um estádio Arena Corinthians lotado de mortos, até o início do inverno, meados de junho.

Desde o início da pandemia e o estrangulamento dos trabalhos formais e informais, a única autoridade que entrou na favela da Portelinha foi a polícia. Não fosse as doações que estão chegando da população, o povo estaria também morrendo de fome. “Tá tudo errado”, entrega Cobra.

Pioneiros do rap brasileiro, Mano Cobra, Cachorrão e DJ Lah formaram uma das bandas mais pesadas do cenário nos anos 90, o Conexão do Morro. Durante anos cantaram o dia-a-dia dos jovens das favelas e a violência que rondava à época a zona sul de São Paulo onde viviam. Em 2013, DJ Lah foi assassinado ”por engano” pela polícia em Campo Limpo, bairro da zona sul, numa chacina que matou outras 7 pessoas.

FICHA TÉCNICA

Música: Inimigo Invisível
Artista: Mano Cobra
Instrumental: DJluiz Só Monstro
Produção Musical: Zezinho Mutarelli / Sax so Funny
Fotografia: João Wainer e Fernando Costa Netto
Direção: Joca_Georgia Guerra-Peixe e João Wainer
Montagem: Joca_Georgia Guerra-Peixe
Finalização, cor e Arte:  Giulas Saade
Produção: Fernando Costa Netto
Arte Capa Single: Marcelo Pallotta

Deixe sua resposta aqui