JOVEM RACISTA ATACA DEXTER NAS REDES SOCIAIS

Após comentários racistas em uma publicação do rapper no Instagram, jovem gravou áudio pedindo desculpas

Fonte: Reprodução – Pinterest (Dexter)

Na semana passada, o rapper Dexter fez uma postagem em seu Instagram comentado a sua insatisfação em relação aos ataques de policiais militares a jovens pretos da periferia, e foi atacado por um internauta com ofensas racistas.

Dexter é um dos rappers mais respeitados pelo movimento, pois sua caminhada já atravessou gerações. Fundador do grupo 509-E, juntamente com seu parceiro de grupo Afro-X, os artistas fizeram sucesso no final da década de 90 e início dos anos 2000.

Dexter sempre foi um defensor da causa dos direitos humanos e civis, e após dois atos de violência cometidos por policiais militares a jovens pretos, o rapper destacou sua insatisfação em seu perfil no Instagram. Ao comentar a publicação, o hater @eaerafael atacou Dexter com ofensas racistas, chamando o rapper de macaco. Pelo que consta, o jovem racista achou que ia ficar por isso mesmo, mas Dexter leu seu post e respondeu perguntando ao rapaz quem ele tava chamando de macaco e o jovem continuou os ataques, ignorando a prática de crime de injuria racial.

View this post on Instagram

ACHOU Q IA PASSAR BATIDO NÉ SEU VERME? VAI SEGURANDO E SAIBA Q É SÓ O COMEÇO. . Inicialmente, o RAPPER DEXER se solidariza com as famílias que sofrem racismo diários, e afirma que não deixará passar despercebido as atitudes racistas, ameaçadoras e injuriosas recebidas no início da noite do dia 14/06/2020, pela pessoa intitulada no instagram de _eaerafael . Que num comentário ao POST chamou o RAPPER DEXTER de MACACO e no direct/privado continuou com outras ofensas e ameaças. O hip-hop nacional, os movimentos sociais e periféricos estão engajados em extirpar da nossa sociedade toda forma de discriminação, razão pela qual em repúdio as atitudes criminosas, ofensivas, humilhantes e ameaçadoras, declaramos que as medidas judiciais e legais serão tomadas em conformidade com as Leis vigentes para o caso. O motivo foi um vídeo alusivo ao ESPANCAMENTO DE UM RAPAZ pela polícia, a ideia e objetivo eram, e, é fazer uma reflexão sobre a importância do combate a todas as formas de discriminação, e preconceito, sobretudo a étnica, no comportamento ético e nas práticas policiais e governamentais do nosso Brasil que estão declaradamente direcionadas aos pobres, pretos e periféricos. Embora não exista obrigatoriedade, dever moral, social, religioso ou legislação que obrigue um cidadão a gostar de outro cidadão, o respeito deve imperar em todas as suas formas, não se pode aceitar a discriminação religiosa, sexual ou de raça, é fundamental que a lei e, sobretudo, às organizações que a ela se submete, e as pessoas públicas, como é o caso do RAPPER DEXTER e tantos outros lutem diariamente e não permitam que o direito de um cidadão seja violado por outro, pelo simples fato da sua cor de pele ser diferente, ou opção religiosa e sexual. Frisa-se que liberdade de expressão não é agir de forma racista, ameaçadora ou injuriosa, não se pode usar um direito para causar dano a coletividade ou para ferir a dignidade da pessoa humana. Inclusive, jamais chamar um cidadão de MACACO. Neste termos a OITAVO ANJO PRODUÇÕES e o RAPPER DEXTER repudiam o comportamento racista de membros das redes sociais, que se utilizam desta ferramenta para agredir, discriminar, ofender e ameaçar a vida de pessoas co

A post shared by DEXTER 8º ANJO (@dexter8anjo) on

Fonte: Perfil Instagram do rapper Dexter

Em menos de dois dias, Dexter localizou o racista, um adolescente de 15 anos que mora no Rio de Janeiro, e foi pessoalmente cobrar a postura do jovem na rede social. E como de costume, o racista recuou.

Fonte: Perfil Instagram do rapper Dexter

Conforme áudio publicado no seu Instagram, Dexter concedeu ao jovem a oportunidade de se desculpar pela falta de respeito e preconceito racial que demonstrou em seu post não só com ele, mas, com todos que se sentiram ofendidos. Para Dexter, se optasse pelas vias judiciais a punição poderia não dar em nada, mas, para ele na “lei da rua” a cobrança chega com mais eficácia.

Ainda assim, reforçamos a importância de procurar os meios legais para a denúncia de todo e qualquer crime. E que casos como esses, sirvam de exemplo não só para este jovem extirpar o racismo e mudar sua postura mas, principalmente, para lembrar a todos os criminosos e haters de plantão que a internet não é “Terra de Ninguém”.

DENUNCIE!

Casos como esses, sejam de injúria racial ou de violação de direitos humanos não podem ser banalizados, sejam eles no mundo real ou virtual.

As denúncias contra crimes raciais e de intolerância podem ser feitas, tanto em delegacias (comuns ou especializadas) ou por canais de denúncias de violações de direitos humano, dentre eles o Disk 100 ou pelo portal Safernet



SAIBA MAIS

Marcos Fernandes de Omena (47), Dexter, nasceu em São Paulo e cumpriu 13 anos de sentença no sistema prisional. Desde sua saída, tem percorrido o país fazendo shows e palestras. Originário dos anos 90 no Rap, Dexter integrou o grupo Tribunal Popular e chegou a lançar um videoclipe com a música “Animais Irracionais”, lançado pelo Projeto Rap Brasil vol. 1, gravadora Hot Line Records.

Vídeo: Reprodução Youtube
Fonte: Revista Rap
Fonte: ‘Tenho Mais Discos que Amigos” – Matéria sobre Protesto a favor da Democracia em SP
#MBM: AFROEMPREENDEDORISMO DIGITAL
Hub de inovação, Movimento Black Money fomenta a educação, empreendedorismo e inclusão …
#LIVE: A CONTADORA DE HISTÓRIAS E O BIBLIOTECÁRIO
Não perca! Nesta quinta-feira (09/07), a contadora de histórias Jeane Cruz e …
MODA INVERNO: CONFIRA OS HITS DA ESTAÇÃO PARA OS HOMENS
A estação mais fria do ano está entre nós e, mesmo com …
“FAKE NEWS” PODEM CARACTERIZAR CRIME?
Especialista explica as situações nas quais as chamadas "fake news" podem ser …
USO DE DROGAS AUMENTA DURANTE A PANDEMIA
O abuso de drogas entorpecentes e o uso nocivo do álcool tem …
QUATRO DICAS PARA UMA MAQUIAGEM PRÁTICA
Maquiadora compartilha truques de make prática para arrasar no close online para …
GRATIDÃO, NOBREZA E ATITUDE
Durante o período de quarentena, acredita-se que o maior desafio é obter …
#CORONAVÍRUS:7 ERROS COMUNS NO USO DE MÁSCARAS DE PROTEÇÃO
Fundamentais no combate à pandemia do novo coronavírus, as máscaras de proteção …
#TECNO: PRIMEIRA FEIRA VIRTUAL 3D ESTREIA NO BRASIL
Plataforma em realidade virtual proporciona aos usuários visitarem uma feira online com …
#LIVE: UM DEDO DE PROSA COM Prof.ª KEYLA DE FARIA
Na próxima terça-feira (07/07), a docente Keyla de Farias e Sidnei Rodrigues, …
LEI ALDIR BLANC: GOVERNO SANCIONA LEI QUE LIBERA R$ 3 BI PARA SETOR CULTURAL NA PANDEMIA
Devido à pandemia da Covid-19, Lei de Emergência Cultural irá garantir auxílio …
(RE)EVOLUÇÃO DIGITAL: ECOSSISTEMAS INOVADORES
Conectados pela inovação, ecossistemas digitais nos convidam a viver por interconexões nem …

Deixe sua resposta aqui