HÁ 24 ANOS TUPAC SHAKUR LEVOU TIROS APÓS ASSISTIR LUTA DE MIKE TYSON NO MGM EM LAS VEGAS

Tupac Shakur – Foto: Reprodução / Wikipédia

No dia 07 de setembro de 1996, Tupac Amaru Shakur, no auge de sua meteórica e fantástica carreira foi baleado ao sair de uma luta de boxe em Las Vegas, Califórnia.

A luta era de Mike Tyson e Bruce Seldon no MGM e durante sua estadia no local se envolveu com uma briga no saguão, sendo filmado pelas câmeras de segurança do local.

Após deixar o lugar pegando carona na BMW de seu empresário Suge Knight, dono da gravadora Death Row Records, ao parar em um semáforo na East Flamingo Road e Koval Lane foi baleado quatro vezes, com dois dos tiros calibre .40 atingindo seu peito.

Shakur não resistiu aos ferimentos seis dias depois e faleceu com apenas 25 anos, porém, deixou um grande legado na música rap mundial.

De acordo com entrevista concedida à Vegas Seven Magazine, o sargento aposentado Chris Carroll do Departamento de Polícia Metropolitana de Las Vegas em 2014, que tinha acompanhado o caso a época disse que talvez nunca saibamos a verdade sobre o que realmente aconteceu.

Se em 2014, Chris Carroll tinha essa convicção, imagina agora 24 anos depois em pleno 2020.

Não se têm muita evidência sobre o caso, somente depoimentos dos membros do Outlaws, grupo de Hip Hop que Tupac era aliado, eles alegaram terem visto os quatro homens no veículo.

Yaki Kadafi, um dos membros do Outlaws que dois dias depois do tiroteio se envolveu em uma briga com policiais, após uma abordagem que protestou pela forma que foram tratados, era uma das testemunhas do caso e algum tempo depois Kadafi foi brutalmente assassinado a tiros em Irving, New Jersey, segundo matéria publicada na Revista norte americana The Source.

Deixe sua resposta aqui