EM 2005 ‘2LADUJAZZ’ CHEGAVA AS RUAS, TRAZENDO O HIP HOP COM INFLUÊNCIAS DE JAZZ, SOUL MUSIC E BLUES.

A partir do segundo semestre de 2004, Elias Santos (K!N-G) que na época usava a alcunha de ‘DK’ e o DJ e Produtor Pedro C. Silva (Dukontra) se uniram em um projeto paralelo haja visto que eram integrantes do grupo ‘Heróis do G.U.E.T.O’. juntamente com P. R. Araújo (R!CCO).

O álbum foi produzido durante 8 meses no Studio 301 por ‘Pedro Silva’ e finalizado no Estúdio Reviravolta pelo DJ, MC e Produtor ‘Erick 12’, considerado o melhor produtor da década de 2000 pelo ‘Prêmio Hutúz’, premiação realizada no Rio de Janeiro e idealizada pelo produtor e membro da Cufa (Central Única das Favelas) ‘Celso Athaíde’, que também foi empresário do rapper carioca ‘MV Bill’.

Foto: Divulgação – Capa: Marcos Eiras

O álbum ‘Desarticulando a Mente Humana’ foi todo escrito por K!N-G e as instrumentais produzidas por Pedro Silva. Os músicos ‘Jessé Queiroz’ tocou baixo em 5 faixas do disco e o cantor, compositor, produtor e instrumentista ‘Marcos Eiras’ tocou guitarra na música ‘Sem Estilo’, além de produzir a arte da capa do disco. As fotos foram feitas pelo músico e ex tecladista da Banda Gospel Groove Soul, Luiz Antonio Silva que é pai do produtor que infelizmente faleceu há cerca de 1 ano.

O álbum contém 12 faixas, sendo que a primeira faixa que leva o nome do disco é uma introdução. Destaque para as faixas Epílogo, Sem Estilo, As flores Murcham e DoisLadujazzemtemporeal. A faixa ‘Epílogo’ é um blues que ‘DK’ com maestria discorre pelo beat com facilidade e genialidade e a faixa ‘As Flores Murcham’ fez parte de uma mixtape lançada no Rio de Janeiro pelo escritor e jornalista B. DOG dono do site ‘RapEvolusom’.

Na época o MC foi alvo de críticas pois até então seus trabalhos anteriores mostravam outra faceta dele com influencias do rap californiano do oeste americano. Mas desde cedo, K!N-G sempre deixou claro que não seguia rótulos e sua música era livre e que podia externar todo seu conhecimento e pesquisa musical sem se rotular e seguir algum padrão.

Pouco tempo depois o disco começou a ganhar notoriedade nos ambientes alternativos do Hip Hop, ganhando o respeito e admiração dos ouvintes e público do Rap.

Esse disco teve samplers de artistas icônicos da MPB como o maestro brasileiro ‘Tom Jobim’, bem como mestres do jazz como ‘Miles Davis’ e ‘John Coltrane’. Possui colagens da voz de Silvio Santos na faixa ‘Dentro da Sala de Aula’, que foi escrita por K!N-G dentro da faculdade quando cursava Administração de Empresas e segundo o MC tinha um professor super preconceituoso e racista, que o rapper  não pensou duas vezes em escrever a letra durante a aula e mostrar ao seu colega de classe Eduardo que também apreciava Rap. Eduardo mais tarde além de ser seu padrinho de casamento também participou do álbum In-Condicional lançado por K!N-G em 2016.

Foto: Divulgação

O álbum foi disponibilizado em 2017 nas plataformas de streaming e no canal do rapper no YouTube e faz parte do catálogo dos álbuns oficiais do Selo Independente Sala Secreta. Esse álbum é singular e faz parte de uma safra de discos raros que apesar de não ter tido muito alcance, pois não era mesmo a intenção de seus idealizadores, visto que na época fizeram somente 50 cópias de forma artesanal, antes mesmo do rapper Emicida lançar sua Mixtape ‘Pra quem mordeu um cachorro por comida até que eu cheguei longe’ que segue a mesma linha de produção caseira, porém, bem feita com excelente qualidade sonora e visual. Hoje (20) comemorasse 03 anos do lançamento do álbum nas plataformas digitais.

Deixe sua resposta aqui