#CORONAVÍRUS: REDE APOIO HUMANITÁRIO NAS PERIFERIAS

Rede reúne organizações em prol de doações e ações voluntárias para famílias em situação de vulnerabilidade

As organizações Frente Favela Brasil, Periferia é o Centro e a Rede Geração Solidaria, FUNANI e Nova Frente Negra Brasileira  se juntaram a Rede de Apoio Humanitário nas e das Periferias para ampliar as frente de atuação no amparo as famílias faveladas e periféricas que não encontram suporte institucional para seguirem com dignidade diante da pandemia global de Covid-19, o novo coronavírus.

Presente em mais de 50 polos na cidade de São Paulo e no Estado, as organizações distribuem cestas básicas, produtos de higiene / limpeza e de proteção (máscaras e luvas) doadas por meio de cadastro online ( clique aqui para acessar o formulário). Os interessados, também, podem se candidatar aos trabalhos voluntários para ações de logística, contribuindo para uma maior agilidade na entrega e no recebimento das doações.

A Rede disponibilizou, também, um canal de captação de recursos em dinheiro para a compra de cestas básicas, produtos de limpeza e EPI’s, redistribuindo aos polos cadastrados.

Estimam-se que cerca de 10 mil famílias estão em situação de vulnerabilidade. No entanto, ainda não é possível calcular as dimensões dos impactos dessa crise na vida dos mais pobres.

Segundo as estimativas do Ministério da Saúde, o pico da crise será nos meses de abril, maio e junho. Sendo assim, toda ajuda, principalmente ao longo desses três meses iniciais, onde o isolamento social se faz extremamente necessário para conter o contágio, é muito importante!

Para contribuir e acompanhar as ações da Rede Apoio Humanitário, acesse: http://fb.me/redeapoiohumanitario

Fonte: divulgação

Acompanhe as nossas publicações pelo site e redes sociais. Contamos com o seu apoio, compartilhe os nossos conteúdos ou contribua com a nossa campanha no Apoia.se!

Categorias:NA MIDIA

Deixe sua resposta aqui