CONGRESSO AMERICANO É INVADIDO POR APOIADORES DE TRUMP

Manifestantes invadiram o local durante debate sobre resultado das eleições

Manifestantes invadiram na tarde de quarta-feira (6/01) o prédio do Congresso dos Estados Unidos, rompendo as barricadas de segurança, no momento em que os parlamentares norte-americanos debatiam a certificação da vitória de Joe Biden à presidência do país, e da vice Kamala Harris.

Manifestantes pró-Trump durante a invasão do Congresso dos EUA | Imagem New York Times -Will Oliver/EPA, via Shutterstock

O Senado e a Câmara, que estavam avaliando objeções à vitória do democrata, interromperam o debate de forma abrupta e inesperada, destacou a Agência Brasil.

O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, que presidia a sessão conjunta responsável por receber e confirmar os votos dos delegados estaduais nas eleições norte-americanas, publicou nas redes sociais uma carta em que afirma que não há precedentes legais e constitucionais para que ele “aceite ou rejeite os votos unilateralmente”.

As cenas caóticas aconteceram depois que Trump se dirigiu a milhares de apoiadores em ato perto da Casa Branca, repetindo suas alegações infundadas de que a eleição foi roubada dele devido a uma fraude generalizada, noticiou a Reuters. No Twitter, Trump pediu aos manifestantes no capitólio que permanecessem pacíficos, enquanto seguia questionando a legitimidade do resultado das eleições com diversos tweets direcionados ao vice-presidente Pence.

Autoridades eleitorais de ambos os partidos e observadores independentes disseram que não houve fraude significativa na eleição de 3 de novembro, que Biden venceu por mais de 7 milhões de votos na disputa popular nacional. Por sua vez, a prefeita de Washington D.C., Muriel Bowers, ordenou um toque de recolher em toda a cidade a partir das 18h (20h no horário de Brasília).

No fim do dia, informação divulgada pelo jornal The New York Times confirmava a a morte da mulher baleada dentro do Capitólio durante as manifestações. Ainda de acordo com o jornal, 13 pessoas foram presas e 5 armas de fogo foram apreendidas.

Deixe sua resposta aqui