ALIMENTAÇÃO EFICIENTE: DICAS PARA REFORÇAR A IMUNIDADE

Em meio a pandemia do coronavírus, médico indica alimentos que contribuem para uma imunidade eficiente e prevenção de doenças, principalmente para idosos e grupos de risco

A Covid-19 é uma doença que precisa ser prevenida e combatida e enquanto a ciência não tornou possível uma vacina, seguimos recomendações de isolamento social e medidas de higiene. No entanto, a prevenção vai além do uso de máscaras ou álcool gel e começa com a nossa alimentação, principalmente se tratando de idosos e grupos de risco.

O envelhecimento traz consigo algumas peculiaridades principalmente no âmbito nutricional que podem precisar de uma maior atenção na ingestão diária de alguns nutrientes quando se quer evitar uma perda da eficiência do combate imunológico a infecções oportunistas, tais como uma gripe. A dica é, quanto mais variedades de cores você coloca no seu prato, mais fontes de anti-inflamatórios e antioxidantes você consome.

“Somente com um abastecimento diário com micro e macronutrientes dos diversos sistemas de proteção do corpo é que conseguimos promover uma melhor recuperação de enfermidades e ainda prevenir o surgimento de outras várias, causadas inicialmente por carências nutricionais”, ressalta o Dr. Paulo Amazonas. Formado pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM), o médico atende em consultórios em São Paulo e Manaus, atuando na medicina preventiva através da nutrologia, medicina ortomolecular e longevidade com foco na alimentação equilibrada e modulação intestinal.

A nutrição que torna um corpo imunocompetente, precisa conter uma ingestão diária de 2-3 refeições com fontes proteicas, como carne, frango, peixe ou até suplementação de proteína; fontes de carboidratos, preferencialmente complexos como arroz integral, batata doce, quinoa; fonte de gorduras anti-inflamatórias como azeite de oliva e ômega 3, além de todo o arsenal de vitaminas e minerais contido nas frutas e legumes. Ingerir de 3-5 porções de frutas e legumes por dia, auxilia sua defesa imunológica além de alimentar uma flora intestinal benéfica e provedora de saúde.

Confira, a seguir algumas dicas do Dr. Paulo Amazonas com superalimentos que contribuem para uma imunidade e nutrição eficiente, que podem ser adotados durante e após o período de pandemia:

1- Gorduras saudáveis e anti-inflamatórios:

De forma prática, ingerir meio abacate em seus lanches, usar o óleo de coco ou azeite de oliva para refogar e temperar a sua salada, são uma excelente maneira aumentar a ingestão de gorduras saudáveis e anti-inflamatórias, que além de prevenir de doenças cardiovasculares, fornece energia ao cérebro.

2- Proteínas:

No quesito proteínas, deve-se investir em pelo menos 2 refeições ao dia com fontes animais, como carne de boi, frango ou peixe, ou fontes vegetais, como a quinoa, lentilha e semente de abóbora, para se obter os aminoácidos fundamentais para a nutrição imunológica e metabólica, por vezes até necessitando de um suplemento proteico para alcançar a meta diária recomendada nessa faixa etária.

3- Carboidratos:

E por fim, como fonte de carboidratos, excelentes geradores de energia e que completam o time dos macronutrientes fundamentais ao sistema imunológico, devemos ter em nossa rotina alimentar fontes como batata-doce, mandioca, arroz integral, quinoa e frutas.

Acompanhe as nossas publicações pelo site e redes sociais. Contamos com o seu apoio, compartilhe os nossos conteúdos ou contribua com a nossa campanha no Apoia.se!

Fonte: Divulgação

Deixe sua resposta aqui