ABRAHAM WEINTRAUB DEIXA MEC E É INDICADO POR BOLSONARO PARA ASSUMIR CARGO NO BANCO MUNDIAL REVOLTANDO ESPECIALISTAS

Após deixar o Ministério da Educação na manhã desta quinta feira (18), Abraham Weintraub foi indicado pelo Presidente da República, Jair Bolsonaro para assumir cargo no Banco Mundial, isso revoltou economistas, intelectuais e empresários que divulgaram uma carta repudiando a nomeação do ex Ministro do MEC

Fonte: Reprodução – Revide

Após longos 14 meses no MEC, chega ao fim a conturbada passagem de Abraham Weintraub frente ao Ministério, os motivos da sua saída até o momento de sua declaração em vídeo postado ao lado do Presidente da República Jair Bolsonaro [clique aqui], o agora ex Ministro do MEC anunciou que estava saindo da pasta para assumir cargo de direção no Banco Mundial, indicado pelo Presidente Jair Bolsonaro, o que gerou grande desconforto entre empresários, intelectuais e economistas.

Segundo a Revista Fórum, economistas, intelectuais e empresários assinaram uma carta repudiando a nomeação de Weintraub ao cargo no Banco Mundial, alegando que o ex Ministro não possui as qualificações necessárias para assumir um cargo de extrema importância para o país. Segundo a carta “Weintraub não possui qualificações éticas, profissionais e morais mínimas” para assumir o cargo.

Saiba mais:

Investigado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), por envolvimento no esquema de propagação de #FakeNews, sua saída do MEC já vinha sendo comentada nos bastidores do Planalto depois de suas declarações na reunião do dia 22 de Abril deste ano, onde atacou o Partido Comunista Chinês e o STF, com declarações fortíssimas como esta: “Eu por mim colocava todos esses vagabundos na cadeia, começando pelo STF”.

Durante sua gestão junto ao MEC, Weintraub sofreu forte resistência da oposição e até mesmo de aliados do governo no Congresso Nacional, devido a suas fortes declarações e posições extremamente ideológicas, diversas vezes contrariando a própria Constituição Federal e os preceitos da Democracia. Ele é visto como um gerador de crises no governo, por sua postura agressiva e pouco amistosa. Foi acusado de racismo, ironizou a China em suas redes sociais, mesmo a China sendo nosso maior parceiro comercial, atacou o STF, está sendo investigado por ser um dos articuladores de #FakeNews, foi chamado para depor na Polícia Federal sobre suas declarações.

No último dia 14, participou de uma Manifestação Pró Bolsonaro que pedia o fechamento do STF, e voltou a usar o termo “vagabundos”, além de estar sem máscara em local público (foi multado no valor de R$ 2.000,00 pelo Governo do Distrito Federal). Em 2019, causou polêmica ao trocar os gabaritos da segunda fase das provas do ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio), prejudicando mais de 5 mil alunos, erro gravíssimo para um Ministro da Educação. Em meio a pandemia do Coronavírus, dificultou o adiamento da prova do SISU (Sistema de Seleção Unificada), só o fez após, estudantes irem a Justiça e depois de Projeto de Lei avançar no Congresso Nacional.

Slider

DESTAQUES

KODAK BLACK ACUSA GUARDAS DE AGRESSÃO FÍSICA E PSICOLÓGICA NA PRISÃO

Condenado a 4 anos de prisão, o rapper Kodak Black processa o presídio que cumpre pena e diz que os agentes de segurança estão torturando ele na cadeia Condenado a […]

‘WHUT? THE ALBUM’ DE REDMAN COMPLETA HOJE 28 ANOS DE LANÇAMENTO

Neste mesmo dia há 28 anos atrás chegava ao mercado musical o álbum de estréia do rapper Redman apresentado pela Def Jam Records Depois de 2 anos de ter iniciado […]

MAGAZINE LUIZA INCOMODA RACISTAS APÓS DIVULGAR SEU PROGRAMA PARA TRAINEÉ 2021

Na última sexta-feira, 18 a empresa anunciou seu novo programa para traineé para o próximo ano e surpreendeu divulgando que só irá aceitar candidatos pretos Automaticamente houve grandes reações a […]

Deixe sua resposta aqui